SANTIAGO
Caminho Português da costa
Não corras
Não tropeçes
Não faças cair o sonho
Não escorregues
Devagar, devagarinho
Caminha segura
Permites a germinação, a criação 
Vestes o casaco, colocas o gorro
Dando-te ao Bom Caminho
Ao Caminho Português da Costa